Língua Portuguesa

Mini-entrevista com Jonathan Colbert

Esta entrevista foi publicada pela primeira vez em março de 2015

 

 LPORT 4 Jonathan Colbert

 

1. Qual é o seu nome, de onde você é, e há quanto tempo é membro da ST?

Meu nome é Jonathan Colbert. Eu resido em Santa Barbara, Califórnia. Sou membro da ULT (United Lodge of Theosophists) há 37 anos.

2. Você está ativo na sua Loja/Seção e, em caso afirmativo, o que você faz?

Eu diria que sou bastante ativo. Eu falo na Loja ULT ( United Lodge of Theosophists) em Santa Barbara a qual frequento. Também auxilio na formatação da Revista Teosófica chamada Vidya, publicada trimestralmente e contribuo com artigos para esta mesma Revista e algumas outras.

3. Como você informou-se pela primeira vez sobre Teosofia ou entrou em contato com a Sociedade ?

Eu acredito que assinei o cartão de Associado da Loja ULT quando eu tinha 18 anos, mas comecei a frequentar a Loja em Los Angeles quando eu tinha quatro anos, cerca de cinquenta anos atrás. Nesta época, meus pais começaram a me trazer para a Escola Teosófica. Eles não tinham que me forçasamente. Na realidade, eu me sentia mais em casa lá, no que na escola.

4. O que a Teosofia significa para você?

A Teosofia é o único sistema visto por mim que faz todo o sentido. Explica, dá significado e nobreza ao enorme sofrimento que existe no mundo. A afirmação da Teosofia de que há seres aperfeiçoados oferece um grande objetivo para a humanidade e proporciona a ideia de que somos todos irmãos e irmãs em uma estupenda luz. Não existe um sistema melhor do que a Teosofia para ajudar as pessoas a assumirem a responsabilidade total por suas vidas e ações. Eu acredito que isso se deve ao seu intenso foco nas leis da Unidade, dos Ciclos, do Carma e da Reencarnação. A Teosofia, com sua profunda metafísica, me auxilia a compreender que a espiritualidade é mais sobre o verdadeiro motivo dos meus pensamentos, palavras e atos, do que com lealdades externas.

5. Qual é o seu livro favorito e por quê?

Eu diria que é A Voz do Silêncio de HPB. Realmente você tem a ideia, quando está lendo este livro, que está entrando em contato com uma parte de você que tem a ver com o passado antigo, o presente vivo e os eons no futuro. Pelo menos isso ocorre comigo. Sinto-me incrivelmente privilegiado por ter entrado em contato com uma corrente tão profunda.

6. Qual, na sua opinião, é o maior desafio que a ST está enfrentando no momento?

Eu acho que o maior desafio é a percepção de que as organizações são importantes. Não estamos trabalhando para organizações definidas, mas, em vez disso, para estimular a forma como as pessoas pensam e o despertar da autoconfiança espiritual.

7. Existe alguma coisa que você desejaria para o futuro do Movimento Teosófico?

Sim. Em primeiro lugar, gostaria que mais de nós obtivêssemos um conhecimento mais profundo sobre os ensinamentos reais da Teosofia, conforme ensinado por H.P.B. Em segundo lugar, gostaria que os escritos e o exemplo de William Quan Judge, colega adepto de H.P.B., fossem mais enfatizados nas leituras, estudos, meditações e trabalhos dos teósofos modernos. Em terceiro lugar, gostaria que uma vez que nos tornássemos o máximo possível sintonizados com William Judge e H.P.B., pudéssemos, a partir daí, estar abertos e reconhecendo a integridade do caminho de outros estudantes teosóficos e colegas de trabalhos atualmente vivos. Em quarto lugar, gostaria que mais pessoas participassem das Conferências Internacionais de Tesofia e confiassem na direção e no espírito geral. Isso nos ajudaria a sairmos de nossas próprias cabeças (e da liderança de nossos respectivos grupos) e entrássemos em uma corrente maior da Teosofia. Isso me ajudou a ver que somos todos parte de um grande movimento em favor da humanidade. Suspeita-se que uma combinação de tudo isso permitiria uma maior influência dos Mestre no Movimento.

Do editor:

As opiniões e ideias expressas nas minientrevistas são exclusivamente daqueles que estão sendo entrevistados. Elas não representam necessariamente as ideias e opiniões dos compiladores do Theosophy Forward. As respostas dos entrevistados não têm seus conteúdos editados. Alguns colaboradores dão respostas curtas às perguntas, enquanto outros abordam o assunto de forma mais elaborada.

Link to English version:

http://www.theosophyforward.com/articles/the-society/2236-mini-interviews-jonathan-colbert-2

 

 

Text Size

Paypal Donate Button Image

Subscribe to our newsletter

Email address
Confirm your email address

Who's Online

We have 291 guests and no members online

TS-Adyar website banner 150

Facebook

itc-tf-default

International Theosophy Conferences Inc.

TS Point Loma/Blavatsky House

Vidya Magazine

TheosophyWikiLogoRightPixels